1835

Prefeitura Municipal de Rafael Jambeiro

Pular para o conteúdo

Detalhes do Convênio

  • CONVENENTE(S) : (Prefeitura Municipal de Rafael Jambeiro)

    RESPONSÁVEL CONVENENTE : MUNICÍPIO DE RAFAEL JAMBEIRO

    CONCEDENTE : Fundação Nacional de Saúde

    RESPONSÁVEL CONCEDENTE : RODRIGO SÉRGIO DIAS

    SITUAÇÃO : Em andamento

    DATA DA CELEBRAÇÃO : 29/12/2017

    DATA DA PUBLICAÇÃO : 16/01/2018

    VIGÊNCIA: 29/12/2017 à 05/09/2020

    NÚMERO DO CONVÊNIO : 858175/2017

    VALOR CONTRAPARTIDA : R$ 0,00

    VALOR DE TRANSFERÊNCIA : R$ 179.999,03

    VALOR PACTUADO : R$ 179.999,03


    OBJETO : EDUCAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL PARA ENFRENTAMENTO DO AEDES AEGYPTI


    JUSTIFICATIVA : O projeto justifica-se pela necessidade de prevenção e combate ao Aedes aegypti e tem como pressupostos norteadores os elevados índices no Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti LIRA no município, em 2016 (4.1), 2017 (4.25) quando o Ministério da Saúde preconiza valores inferiores a 1. Além das seguintes notificações nos últimos três anos: Zika 135 casos, Febre Chikungunya 194 casos e Dengue 35 casos, segundo dados obtidos do sistema de informação SINAN. Enfatizando que a Vigilância Epidemiológica realizou através dos agentes de Arbovirose visita em mais de 90% dos imóveis de Rafael Jambeiro quando realizam orientação, verificam presença de foco, distribuem panfletos orientativo e tratam quando encontram foco. Mesmo assim o LIRA permanece elevado, ressalta também as parcerias realizadas com a Atenção Básica (ESF’s) que executam atividades orientativas, lúdicas, mutirões e ações juntamente com a rede escolar a fim de sensibilizar e diminuir a incidência do Aedes egipty o qual transmite a dengue, zika e chikungunya. Elas trazem agravos e seqüelas severas a população. Diante desses dados, torna-se fundamental ações enfáticas e com aporte maior que envolva transversalmente a educação, meio ambiente, assistência social, e a comunidade principalmente juntos com sindicatos, associações, catadores para que juntos possa superar ou minimizar o avanço e elevação nos agravos advindos do Aedes egipty. Isso trará impactos positivos não somente nos indicadores de saúde, mas, sobretudo na qualidade de vida da população a qual se conscientizará que o primeiro e principal ator no combate ao Aedes Egipyti será a comunidade unida buscando ações preventivas e mudança de hábitos que traz resultados em outros setores de trabalho. O projeto é dinâmico e interativo através de oficinas, palestras, estímulos a coleta solidária, envolvendo os jovens no processo de conscientização, mostrando as conseqüências do lixo não somente na saúde, mas no meio ambiente, contaminação do solo, geração de doenças, dentre outros. A proposta do projeto é também ampliar o olhar do jovem acerca dos benefícios da reciclagem, porque ela além de trazer benefícios ao meio ambiente pode gerar trabalho e renda com ações de: Produção de sabão a partir da reciclagem do óleo descartado; objetos confeccionados com a matéria-prima de pneus, latas e garrafas pets as quais serão recicladas através de oficinas 5 R’s (Repensar, Recusar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar). Assim como incluir tema transversal do meio ambiente com foco no combate ao Aedes aegypti na proposta curricular dos alunos das séries iniciais e finais (1º ao 9º ano).